Vai Comprar seu Imóvel Financiado Pronto ou na Planta, Leiam as Dicas

Prevenir-se é a melhor forma de impedir um prejuízo. Leia o Contrato e veja as dicas do Dr. Rodrigo Salgado

Vai Comprar seu Imóvel Financiado Pronto ou na Planta, Leiam as Dicas

 

 

 

 

 

 

10 Dicas que você precisa saber antes de Comprar seu Imóvel Financiado Pronto, ou na Planta!

1. Peça, antes de efetivar o negócio, a Certidão de Ônus Reais do terreno ou 

do empreendimento para verificar se existem débitos, verifique a origem do 

terreno (anteriores proprietários), regularização municipal do empreendimento 

(desmembramento, habite-se e outros). Tal dica é muito importante, pois quanto 

mais pendências, ou ônus possuir o imóvel, maior a probabilidade de haver 

atraso na entrega e gerar suas consequências;

 

2. Verifique os anteriores empreendimentos da construtora, ou incorporadora, a 

fim de identificar se a mesma cumpre com aquilo que contrata, inclusive com a 

área de laser, com seu “memorial descritivo” e com suas propagandas. Por vezes 

consta da propaganda uma metragem, quando na medição real após o imóvel 

pronto é outra, Atenção!

 

3. Quando encontrar o imóvel que deseja, não assine o Contrato sem ler. Não 

confie, em absoluto naquilo que lhe disserem, verifique as Cláusulas contratuais, 

se tiver dificuldade procure um Advogado. Não aceite Cláusulas que permitam 

juros antes da entrega das Chaves e de Cláusulas “abertas”, ou seja, àquelas que 

não possuem conteúdo claro e definido. 

 

4. Não permita também Cláusulas que possibilitem uma carência para a 

Construtora na entrega do bem, posto que ocasiona um desequilíbrio contratual. 

O período de carência praticado no mercado são de 180 dias, contudo este atraso 

de 180 dias somente pode ocorrer nos casos fortuitos ou causados por força 

maior (desastres ou calamidades públicas), nunca por falta de mão de obra, ou 

material, o que é alegado constantemente para respaldar o atraso, fique atento!

 

5. Exija também realizar o negócio sem a interveniência de Corretor indicado pela 

Construtora, a não ser que conste no Contrato que a mesma arcará com o valor 

da Comissão de Corretagem. É um direito seu! A construtora não pode deixar de 

lhe vender caso exija que seja através de um corretor de sua confiança.

 

6. Nas áreas onde ainda há a enfiteuse, exija que conste no contrato que a 

Construtora pagará o laudêmio. O laudêmio é de responsabilidade de quem 

vende e não de quem compra, contudo se constar no contrato que será sua, 

comprador, a responsabilidade do pagamento, terá que arcar com este ônus.

 

7. Verifique se o procedimento pelo qual a Construtora está requerendo o Habite-

se está com algum entrave, caso haja, questione à Construtora por e-mail e exija 

resposta escrita. Qualquer problema no Habite-se pode impedir o financiamento 

futuro e também ocasionará o atraso na entrega. Você também pode exigir 

a Certidão de ônus reais do terreno, ou do imóvel para verificar se existem 

gravames, dívidas, e se o terreno já se encontra em nome da Construtora ou 

Incorporadora, pois quanto mais pendências houver maiores serão os entraves e 

maiores as possibilidades de atraso na entrega do imóvel.

 

8. Não permita Cláusulas de multa no caso de Cessão do direito de compra do bem. 

Assim como outros ônus que estejam além de sua obrigação que é o pagamento 

descrito no Contrato. Observe o chamado QUADRO RESUMO, nele encontrará 

a forma de pagamento, data da entrega entre outros dados essenciais ao negócio. 

Você é o comprador, e pode pedir que o contrato seja Negociado, diferindo 

assim do contrato de Adesão.

 

9. Perceba se os valores a que está sendo cobrado são exatamente conforme está 

descrito no contrato. Valores cobrados além dos contratuais são indevidos. 

Guarde todos os pagamentos de forma organizada, você pode precisar no futuro.

 

10. Não se iluda com imagens de folders, de vídeos, siga este roteiro e diminuirá a 

possibilidade de cair em uma armadilha que pode fazer do sonho da casa própria 

o pesadelo de uma grande dívida!

 

Lembre-se que ao assinar, você concorda com o que está escrito!

Exija seus Direitos e fique de olho!

 

Todos os textos foram produzidos pelo Advogado Rodrigo Salgado Martins e a Cópia Total ou Parcial de qualquer texto deste site incidirá o infrator na Responsabilidade Civil e Penal do Art. 184 de Código Penal e Lei de Direitos Autorais Lei 12.853/2013.
Fale conosco agora